Loading...

Pacing 2017

Pousada da Serra da Estrela, na Covilhã.

Organização conjunta da APAPE e IPRC. A reunião foi presidida pelo Dr. Hipólito Reis, presidente-cessante da APAPE e pelo Dr. Daniel Bonhorst, presidente do IPRC. O Dr. Victor Sanfins, Vice-presidente da nova direcção da APAPE para a Área de Pacing foi o responsável pela coordenação científica e elaboração do programa, tendo o secretariado e a logística sido centralizados pelo IPRC, com o apoio da empresa de eventos Xarm.

A reunião teve 61 inscrições com o apoio das cinco firmas da Indústria de dispositivos médicos que se dedicam a esta área, os quais se fizeram representar por membros dos seu staff.

O programa científico caracterizou-se pela primeira vez nas reuniões de pacing por ser monotemático, debruçando-se sobre a “Terapêutica de Ressincronização Cardíaca” que foi abordada nas suas diversas vertentes.

Tiveram lugar duas Mesas Redondas, focando a primeira a “Selecção dos Doentes” para ressincronização cardíaca e a segunda a “Selecção dos Sistemas de Implantação”. Por fim, a manhã foi encerrada com uma conferência sobre as “Estratégias para melhorar os benefícios da Terapêutica de Ressincronização” proferida pelo Prof. Ângelo Aurichio,, ex-Presidente da EHRA (European Heart Rhythm Association).

A parte da tarde iniciou-se com uma sessão de homenagem à Unidade de Pacing do Centro Hospitalar da Cova da Beira, que no próprio dia da reunião comemorava o ano da primeira implantação de pacemakers. Esta unidade divulgou publicamente a sua actividade durante esse ano no campo da terapêutica das bradiarritmias. Seguiu-se uma conferência pelo Dr. Manuel Nogueira da Silva, que abordou o histórico e a situação actual da “Terapêutica de Ressincronização em Portugal”, a que se seguiu uma larga discussão sobre o tema. Por fim, a reunião terminou com outra Mesa Redonda que completou a temática em discussão, abordando a “Programação e Seguimento” dos sistemas de ressincronização e respectivos portadores.

2018-11-30T05:33:23+00:00